Dicas

O que pedir em uma padaria? Nutricionista indica 5 opções para consumo saudável

Às vezes, apostar em produtos assados, ou até mesmo na tapioca, pode ser mais prejudicial do que frituras e pão francês; entenda:

Da redação com The Chef 18/01/2022 • 18:48 - Atualizado em 18/01/2022 • 19:02

A nutricionista Gabi Cilla tem sempre as melhores dicas para a gente não sair do eixo na hora de comer. Para esta matéria, ela destacou as 5 melhores opções de alimentos para serem consumidos na padaria. Atenção, hein? Às vezes, apostar em produtos assados ou até mesmo na tapioca pode ser mais prejudicial do que frituras e o pão francês.

A lista foi destaque no programa The Chef. Veja abaixo:


Para início de conversa, é bom considerar que as opções da padaria têm açúcar, o que faz muita gente crucificar a broa por conter o ingrediente. Por outro lado, a base do produto é milho, logo, por ser grão, há muita fibra, além de complexo B, antioxidante e reduz o índice glicêmico.

“Se a gente tiver o açúcar e uma fonte alta de fibra, a gente, teoricamente, consegue uma absorção boa. A gente tem uma receita de broa clean lable, ou seja, com pouquíssimos ingredientes. Quanto menos ingredientes, mais limpa e melhor absorvida pelo organismo”, explicou Gabi.


O pão de queijo segue a mesma linha da broa de milho, ou seja, é “clean lable”, limpo. No geral, a receita só leva queijo, polvilho e fermento.

“Lembrando que os queijos de base curada são melhores e têm uma proteína de melhor qualidade, apesar de mais gordurosos. Porém, para receitas, eles são totalmente convenientes porque você não vai precisar de outra fonte de gordura”, defendeu a nutricionista.


Muita restringe o quibe frito por causa da gordura usada na fritura, mas esta está entre as melhores opções das padarias porque é sempre bom priorizar alimentos com bases de fibra e proteicas altas. Assim, em vez de a pessoa comer três, a sensação de saciedade faz com que ela coma apenas um.

“As massas folhadas e salgados que não têm um teor proteico elevado induzem as pessoas a comerem e beliscarem mais vezes. O quibe vai ter a questão da fritura, mas, entre a base de trigo e carne, o quibe é extremamente limpo”, analisou a especialista.


O ideal seria comer o croquete, que tem base de carne, com farinhas mais ricas em fibras, como a de milho e mandioca. Vale lembrar que todos os ingredientes já estão cozidos, de forma que a fritura é apenas uma etapa para deixar a casca crocante. 

“O bom é que, em relação ao croquete, o tempo de fritura é muito rápido, o que evita a absorção da gordura para dentro do salgado. As pessoas crucificam muito o frito, e priorizam o assado em que a quantidade de gordura e ingredientes é maior”, disse Gabi.


Do ponto de vista nutricional, o pão com ovo é melhor do que o pão com manteiga e até mesmo que a tapioca, principalmente pelo aumento das gorduras boas, proteína e controle de glicemia.

“A gente não precisa controlar a glicemia só com produtos integrais. A gente pode controlar o pico de açúcar no sangue com a proteína”, destacou Gabi, que pontuou que a tapioca tem duas vezes mais açúcar que o pão.

Olá! Sou a Carol. Em que posso ajudar?