Dicas

Chás para ressaca: nutricionista indica receitas para espantar os sintomas

Phillipe Rios Pimentel compartilha dicas valiosas para driblar os sintomas pós bebedeira; confira

Da redação

Como curar a resseca? Especialista responde
Como curar a resseca? Especialista responde
Envato Elements

O primeiro dia do ano é conhecido pelas sobras das delícias da ceia, memórias divertidas e… a tão indesejada ressaca — mas nem tudo está perdido, conversamos com o nutricionista esportiva Phillipe Rios para te ensinar a driblar os sintomas e começar 2024 com tudo!

Como curar a ressaca do réveillon?

Para o especialista, a solução é repor os líquidos perdidos: “O consumo de agua é o mais importante para tratar da desidratação e, dependendo da ressaca, pode fazer o uso de isotônicos, pois ele também tem carboidrato e minerais importantes na sua composição”.

Isso tudo é necessário porque, durante o consumo de álcool, diminuímos a concentração de ADH (do inglês antidiuretic hormone) — chamado também de vasopressina. Esse hormônio é o responsável por controlar o nível de água em nosso corpo, explica o médico. 

“Por esse motivo, durante o consumo de bebidas alcoólicas, há um aumento da urina, causando a desidratação e, consequentemente, uma diminuição do volume sanguíneo, comprometendo a circulação normal de sangue e diminuindo a glicose em nosso cérebro”.

O resultado disso é a ressaca, caracterizada por sintomas como enjoo, dor no corpo, na cabeça e no estômago. Para amenizá-los, que tal preparar um chá potente? Selecionamos as melhores receitas para você se recuperar:

Chá de boldo

O boldo é muito conhecido pelo gosto amargo, mas essa planta tem um princípio ativo chamado boldina — um ótimo hepato protetor, que ajuda no funcionamento da bile, além da ação antioxidante.

O modo de preparo é simples: 1 a 2 gramas de boldo em 150 ml de água fervida. Deixar em utensílio de vidro ou porcelana para fazer a infusão de 10 a 15 minutos e consumir imediatamente, no máximo 2x por dia.

Atenção! O nutricionista alerta que o chá não pode ser consumido acima da dose recomendada pois pode causar irritação nas vias urinarias, vômitos e diarreia. Ele também não deve ser tomado por mais de 4 semanas consecutivas.

Contra indicações: Não deve ser utilizado por pessoas com obstrução das vias biliares, doenças hepáticas, colecistite, espasmos do intestino e íleo, câncer hepático, gravidas e lactantes.

Chá de hibísco

Como explicado acima, concentração de ADH é elevada após uma bebedeira, o que causa o famoso inchaço. Após recuperar-se da ressaca, o hibísco pode ser muito bem empregado, para melhorar a questão da retenção, devido a seu efeito diurético.

Anote o modo de preparo: 1 colher de sopa do cálice da flor para 150 ml de água. Pode tomar de 2 a 4 xicaras diárias, após as refeições

Contra indicações: Pessoas com hipotensão (pressão baixa), pessoas com problemas cardíacos severos, pessoas que fazem o uso de medicamentos para tratar hipertensão (pressão alta) gravidas, lactantes e mulheres que estejam tentando engravidar.

Chá verde

O chá verde pode ser uma boa opção para a ressaca, devido ao seu efeito antioxidante (que irá eliminar as toxinas deixadas no corpo pelo álcool) e anti-inflamatório. Para o preparo, dissolva 2g em 150 ml de água fervente. Pode ser tomado de 3 a 5 xicaras por dia.

Contra indicações: Pessoas com ansiedade, anemia, hipertireoidismo, hipertensão, arritmias, problemas cardíacos, estomacais e intestinais, taquicardia, gastrite e cólon irritável, gestantes e lactantes.