Receitas

Aprenda a ler o rótulo dos alimentos e saiba o que está comendo

Stefani Sousa

Aprenda a ler o rótulo das embalagens Unsplash
Unsplash

Você sabia que desde 2001 é obrigatório que todo alimento tenha um rótulo com informações nutricionais? Decisão da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), a medida busca informar ao consumidor quais são os componentes utilizados no preparo do que vem dentro da embalagem e ainda promover uma alimentação saudável e mais consciente. Às vezes, no entanto, ler os rótulos pode parecer confuso e um desafio. Para te ajudar, explicamos abaixo cada um dos itens:

Ingredientes 
Geralmente posicionados na parte lateral da embalagem, é a área que mostra tudo o que foi utilizado na preparação do produto, como açúcar, farinha ou gordura vegetal. A ordem dos ingredientes mostra quais estão em maior quantidade e quais estão em menor quantidade. Se um produto se diz integral, mas o primeiro ingrediente da lista é o açúcar ou a farinha de trigo, sinal de que não é tão saudável assim.

Nutrientes 
São os componentes que o produto tem e devem seguir uma quantia limite de consumo diário, como valor energético, proteínas, gorduras totais, sódio e vitaminas.  Se um alimento diz que é “fonte” de um nutriente, precisa indicar sua quantidade. E se diz que é “rico” em algum nutriente, tem que apresentar uma quantidade elevada. Para ser rico em fibras, por exemplo, é preciso ter 6g de fibras por 100g. Menos que isso é considerado apenas “fonte de fibras”.

Porção
É a quantidade de produto que o fabricante usa como referência para os valores que são apresentados na tabela. Geralmente indicam apenas uma parte do conteúdo total, como uma fatia de pão ou cinco biscoitos. 

Quantidade por porção 
Mostra quanto uma porção de referência possui de cada ingrediente. Três bolachas, por exemplo, podem ter 141 calorias e 21 gramas de carboidrato. 

Indicação de como conservar e prazo de validade 
Já leu que um produto precisa ser mantido na geladeira ou longe da luz? São essas indicações, de como conservar, que preservam a qualidade e a segurança de um alimento. Além disso, a data de fabricação e o prazo de validade evitam a comercialização de itens fora do padrão. O prazo de validade deve mostrar o dia e o mês para produtos com vencimento em até três meses. Já para produtos com prazo de validade superior a três meses, a embalagem deve ter o mês e o ano.

Porcentagem de valor diário 
Representado pelo símbolo %VD, mostra quanto cada porção do alimento contém do valor total que cada pessoa deve consumir de um nutriente por dia. Se um doce tem 10% de açúcar, então quem comer vai ter consumido 10% do indicado de açúcar diariamente. 

Mais notícias

Carregar mais