6 dicas do chef Erick Jacquin para fazer a feijoada perfeita

Stefani Sousa 09/10/20 • 09:33 - Atualizado em 09/10/20 • 10:03
Conselhos do chef Erick Jacquin para não fazer feio e arrasar na feijoada - partiu anotar tudo?
Conselhos do chef Erick Jacquin para não fazer feio e arrasar na feijoada - partiu anotar tudo?
Luccas Mattos/Band

Apaixonado por feijoada, o chef Erick Jacquin se tornou quase um especialista na prato após 25 anos vivendo no Brasil. Não à toa, no episódio de estreia de ‘Minha Receita’, seu novo programa na Band, que foi exibido na quinta-feira, o cardápio não poderia ser outro. Na atração, uma equipe de repórteres viajou o Brasil para descobrir quais são os segredos dessa mistura que tem tanta tradição. No fim, o apresentador ainda escolhe sua receita favorita e ensina a feijoada completa que costuma fazer em casa. O segredo desse prato digno de chef, você confere aqui com dicas exclusivas do Jacquin ao Portal da Band


1- Cuidado com o sal 

Esse é um erro comum na hora de preparar a receita. Às vezes, ela pode ficar muito salgada ou sem sal e isso influencia diretamente no sabor. Não deixe de experimentar as etapas do preparo e, para tirar o sal da carne, deixe-a de molho em água por tempo suficiente. Dependendo da peça, o aconselhável é manter por dois ou três dias. 

2- Atente-se aos diferentes processos 

Carne e feijão podem ser preparados juntos, mas é necessário prestar muita atenção no tempo de cozimento. Sempre tenho medo de que o feijão passe do ponto e a carne não fique cozida. Por isso, às vezes, é bom tirar a carne um pouco antes ou colocar o feijão somente depois. O mesmo cuidado pode ser tomado com a linguiça e com a costela. 

3- Acerte na compra 

Pra mim, algumas partes do porco não podem faltar em uma boa feijoada e são responsáveis por dar muito sabor à mistura. São elas: costelinha, pé, orelha, rabo, linguiça paio, calabresa e bacon. Cada coisa tem sua função e o pé, por exemplo, dá o lado gelatinoso da feijoada.

4- Use uma laranja na mistura  

Além de saborosa, a laranja tira a gordura da receita e deixa a feijoada mais bonita. O mesmo pode ser feito com um copo de cachaça, que também ajuda a deixar tudo menos gorduroso. Eu uso os dois e ainda tiro um pouco da gordura da carne antes de começar a prepará-la. 

5- Feijão pode ou não ficar de molho? 

Deixar o feijão de molho ajuda a cozinhar mais rápido e é uma questão de escolha. Mas, se colocar, mantenha no máximo por 3 ou 4 horas, mais que isso faz o grão fermentar. 

6- Nem tudo que entra na panela, fica 
Para ajudar a temperar a feijoada, amarre ervas frescas, como louro e tomilho, em um pedaço de barbante e coloque na panela, deixando uma parte da linha presa ao cabo. Isso ajuda a dar sabor e você pode tirar com facilidade as folhas depois. Se quiser, também pode colocar, durante o preparo, uma cebola e um alho, tirando os dois ao término. 

  • erick jacquin
  • receita
  • feijoada
  • dicas