Jacquin faz degustação e elege melhor sanduíche do Brasil: “É tradição”

Da Redação, com Minha Receita 29/10/2020 • 23:34 - Atualizado em 30/10/2020 • 00:39
Jacquin elege melhor sanduíche do Brasil
Jacquin elege melhor sanduíche do Brasil
Minha Receita/Band

Para você, qual é o recheio perfeito de um sanduíche? O quarto episódio do Minha Receita foi atrás das opções mais gostosas e populares vendidas pelo Brasil. A missão de Erick Jacquin foi provar todos e eleger o preferido. O vencedor foi o sanduíche de mortadela, do Mercado Municipal de São Paulo, vendido desde 1933. 

“O Mercadão é um lugar em que todo mundo que é apaixonado por gastronomia passa em São Paulo. O sanduíche de mortadela e vem com queijo, bem francês. É bom. É tradição. Parabéns”, disse o chef em sua avaliação.

Ainda na capital paulista, ele provou o sanduíche de pernil da Lanchonete do Estadão. “Já comi várias vezes lá. É gostoso e bem temperado”, elogiou. E também o bauru do Ponto Chic. “Não existe um lugar aberto que venda um sanduíche por mais de 80 anos e seja ruim. É bom”, pontuou.

O escolhido para fazer parte da degustação de Jacquin no Rio de Janeiro foi o Cervantes, com seu clássico sanduíche de pernil. “O abacaxi dá uma coisa diferente, me surpreendeu”, disse o chef.

Para o x-caboquinho, que faz sucesso em Manaus com banana, tucumã e queijo, Jacquin disse que é uma boa opção para começar o dia. “É pesado, é para gente que tem come mesmo. Pode ser um sanduíche de café da manhã, é reforçado”, avaliou.

Por fim, ele até comeu um ingrediente que não gosta muito no x-coração, hit no Rio Grande do Sul. “É bonito, o pão é diferente, tem milho. Gostei do pão, é bem torrado, adocicado, mas não gosto de coração, é borrachudo. Mas é um sanduíche de criatividade.”

Assista ao vídeo e veja avaliação de Jacquin.

  • Minha Receita