Clarisse Duarte

Participante da 5ª temporada de MasterChef Brasil, a paraense de 30 anos é formada em moda, já trabalhou como relações públicas, mas encontrou na gastronomia sua verdadeira paixão depois de viajar o mundo durante um ano sabático. Clarisse ama suas raízes amazônicas e pratos preparados com ingredientes locais, como tucupi.

Clarisse Duarte, ex-MasterChef, vira repórter do Minha Receita: "A gastronomia mudou a minha vida"

Da Redação, com Minha Receita 07/10/20 • 16:42 - Atualizado em 07/10/20 • 16:53
Clarisse Duarte
Clarisse Duarte
Reprodução

Conhecida antiga do chef Erick Jacquin, Clarisse Duarte passou por muitas transformações ao longo dos últimos três anos. A maioria aconteceu quando percebeu que cozinhar não era apenas uma diversão e que poderia se tornar carreira. Formada em moda, a paraense trabalhou por 10 anos como assessora de imprensa, mas ao ser demitida, em 2017, decidiu viajar pelo mundo e encontrar novos rumos. De volta ao Brasil, participou da 5º  temporada do MasterChef. Foi quando conheceu Jacquin, com quem vai trabalhar, a partir de quinta-feira, 8, no programa ‘Minha Receita’, que estreia na Band. Em um momento tão especial,  ela celebra: “A gastronomia mudou a minha vida".

Nascida em Belém do Pará, Clarisse começou a cozinhar ainda na infância, aos 6 anos, e garante que fazia de tudo na cozinha apesar da pouca idade. Em 2007, foi estudar em São Paulo, onde mora até hoje, mas mantém firme suas raízes no norte, sendo fiel a todas as delícias gastronômicas que a região oferece. “Já fui em mais de 20 países no mundo e nunca vi tantos peixes como a gente tem no Pará e na Amazônia. Sou apaixonada por comida regional e acho que a gente conhece muito disso viajando”, contou em entrevista ao Portal da Band.  

Trabalhar como cozinheira profissional ou ter um restaurante não são coisas que fazem os olhos da repórter do Minha Receita brilhar. Seu caminho é como comunicadora para disseminar informação e compartilhar seus conhecimentos. “No MasterChef, tive a confirmação de que quero estar no universo da culinária, mas de outra forma, falando sobre o assunto. Na internet, tenho um canal, sou apresentadora de um programa e faço um podcast, tudo sobre gastronomia.” 

Depois de viajar por tantos países e conhecer diferentes receitas, chegou a vez de Clarisse compartilhar um pouquinho do Brasil no novo programa. De Belém, ela garante que não faltarão os pratos mais tradicionais. “Quero mostrar o açaí, que lá é verdadeiro e tradicional. O que comemos em outras partes do país é uma versão industrializada”, explica. “Além disso, indico absolutamente tudo o que tiver mandioca, como farinha, tucupi e maniçoba. Quem visita o Norte, também não pode deixar de aproveitar os peixes de rio”, aconselha. 

Já para os que estão de passagem pela região e com pouco tempo para experimentar as tradições, comida de rua é a solução. “Prove um tacacá, no fim da tarde, depois da chuva. O açaí também é vendido na rua. Se der pra ir em um boteco, aproveite para comer peixe frito empanado na farinha ou camarão seco com açaí, é uma delícia.”

  • Minha Receita
  • clarisse-duarte