Dicas

O que mudou nos vinhos que ficaram mais de 1 ano no espaço; descubra aqui

Confira detalhes da experiência que levou doze garrafas ao espaço

Da redação, com Jornal da Band 18/04/2021 • 02:39 - Atualizado em 20/04/2021 • 20:35
Como os vinhos envelhecem no espaço? Confira a experiência
Como os vinhos envelhecem no espaço? Confira a experiência
Envato Elements

Há um ano e dois meses, a startup Space Cargo Unlimited enviou doze garrafas do vinho Bordeaux exclusivo, o Château Petrus (safra 2000), que custam R$ 30 mil cada, ao espaço para descobrir se a gravidade é capaz de mudar as propriedades da bebida. Em janeiro deste ano, elas voltaram à Terra e mês passado, foram submetidas a degustação às cegas.

Na Estação Espacial Internacional – onde as garrafas ficaram – vidro e álcool são proibidos, mas a startup Space Cargo Unlimited conseguiu autorização especial. Protegidos em capsulas especiais, os vinhos resistiram à viagem e passaram 14 meses em ambiente de gravidade praticamente zero. 

E o que aconteceu com o vinho que foi ao espaço? Segundo Nicolas Gaume, CEO da Space Cargo, em entrevista ao Jornal da Band, houve uma pequena diferença na cor, que ficou com tonalidade de tijolo, mas não houve diferença no aroma. O gosto, porém, foi diferente. “Onze, dos doze jurados, sentiram sabor distinto”. O vinho espacial ficou mais floral e frutado em boca, uma das juradas deu três anos de envelhecimento a mais para o vinho que foi ao espaço. 

A Space Cargo Unlimited já lançou três missões ao espaço. Objetivo do estudo é entender como a agricultura pode se adaptar e encarar os desafios do aquecimento global. A gravidade é usada como fator de estresse ao experimento.

  • Jornal da Band